Páginas

terça-feira, 17 de abril de 2012

Amor de Verdade



Não é nenhuma novidade meu caso de amor com os Beatles e, vira e mexe, encontro coisas legais, compro livros, filmes e afins. 
Outra coisa que eu adoro são livros infantis, cheios de cor, de histórias engraçadas, de vida.

Minhas últimas aquisições reunem esses encantamentos. São dois livros apaixonantes, lindos, que compre na Estante Virtual e o Mr.Postaman entregou aqui na semana passada: "Amor de verdade" do John e "Lá no alto das nuvens", escrito por Paul McCartney, Geoff Dunbar e Philip Ardagh, traduzido pela Ruth Rocha.
Hoje, vou falar sobre o livro do John, que traz uma série de desenhos feitos por ele e seu filho Sean. Já começou a me cativar aí, porque desenhar também é outra coisa que gosto muito, embora esteja cada vez mais difícil de me dedicar a esse prazer. 
O livro traz desenhos simples, com legendas engraçadas e uma sensibilidade incrível. Em alguns momentos, dá para imaginar como poderiam ter surgido essas criações. 
Como destaca Yoko no prefácio "foi assim que Sean aprendeu a alegria de desenhar, a graça de fazer as coisas junto com o pai e a beleza da vida".
Um excelente presente para estimular a criatividade das crianças e (por que não?) dos pais. Vale a pena conferir mais um dos lados artísticos dessa personalidade fascinante que foi o John. 


Também tive a sorte de ter um pai que desenhava comigo e eu adorava quando ele fazia castelos. A minha mãe não era muito boa nisso, mas foi com ela que aprendi a desenhar minha família e também um pássaro que parecia um pouco com um avião, até hoje lembro exatamente como era. 
O desenho a seguir é meu. Feito em um guardanapo de papel, após um almoço de domingo no extinto restaurante "A Paulicéa", aqui em Jundiaí, em 1993. Aos sete anos, provavelmente, usando um laço enorme no cabelo, um conjunto de camiseta e bermudinha combinando e depois de ter comido parmegiana com fritas... rs! E os meus pais o guardaram, carinhosamente, por quase vinte anos...




PS: "Close your eyes/ Have no fear/ The monster's gone/ He's on the run and your daddy's here..." (Beautiful boy, Lennon).

Nenhum comentário:

Postar um comentário