Páginas

sábado, 25 de junho de 2011

120 dias de professora

            Meus quase cento e vinte dias de professora não foram fáceis, mas foram gratificantes. Ser recebida em uma escola como o "Geraldo" foi um começo bem melhor do que eu poderia imaginar, principalmente, por todas as pessoas especiais que conheci e por todo apoio que recebi desde o início.
            Foram dias muito intensos. Dias de muito estudo, dedicação, dias que ri muito, abracei, dias que brinquei, cantei, alguns que chorei, mas que, acima de tudo, aprendi demais... Histórias e pessoas que, dificilmente, irei esquecer.
            Aprendi a amar e a respeitar ainda mais uma profissão que eu tinha dúvidas se era para mim – e é. Conheci pessoas que lutam pelas mesmas causas que eu, pessoas que acreditam que é possível transformar a realidade em algo melhor, nem que pareça ser só um pouco. Pessoas que me ajudaram muito e que tiveram uma importância fundamental nessa caminhada.
            Emocionei-me com as conquistas de cada criança, vendo as palavras que elas conseguiram formar e ler, com as frases e as histórias que criaram, com cada carinho inesperado que recebi, com cada sorriso que me foi ofertado sem pedir nada em troca. Diverti-me com as nossas conversas, brincadeiras, risadas... me esforcei muito para que minhas crianças fizessem as coisas certas e aprendessem tudo o que eu queria ensinar. Por todo carinho que recebi e, ainda recebo delas e dos meus amigos da escola, acho que valeu à pena. Enfim, me apaixonei...

PS: "Há que se cuidar da vida, há que se cuidar do mundo. Tomar conta da amizade. Alegria e muito sonho espalhados no caminho. Verdes, planta e sentimento. Folhas, coração, juventude e fé." (Wagner Tiso / Milton Nascimento)

Um comentário: