Páginas

sábado, 26 de março de 2011

Saudade


Hoje eu poderia escrever os melhores versos, compor as mais belas músicas e até cozinhar para você. Poderia afagar seu cabelo,  te abraçar a noite toda e te contar as minhas melhores histórias. 
Você poderia me beijar,  mesmo insistindo que está tudo errado e dizendo que sou muito teimosa,  mas confesso que, hoje, eu não iria nem ligar.
Eu poderia ter dito tanto, mas nunca disse nada. Talvez pudesse ter feito tanto, mas não fiz. Não queria que tivesse passado tão depressa, eu queria mais - queria ser mais para você e que você fosse mais para mim. Fiquei com o perfume, com as músicas, com imagens e uma série de outras coisas que me lembram você. Fiquei com o carinho que existe entre nós. Não sei porque. Talvez para alimentar essa bendita/maldita saudade que insisto em carregar no peito.

PS: "I'm hurt, much more than you'll ever know/ Yes darling, I'm so hurt/ Because I still love you so..." (Elvis Presley).

Nenhum comentário:

Postar um comentário