Páginas

sábado, 9 de outubro de 2010

Os 70 anos de John Lennon

John Lennon
Hoje John Lennon completaria 70 anos se estivesse vivo. Ele foi assassinado covardemente, aos 40 anos, por um homem que dizia ser seu fã - Mark Chapman. 
"You may say, I'm a dreamer.
But I'm not the only one."
John representa, para mim, uma pessoa fascinante, intensa, contraditória, de extrema sensibilidade, o que pode ser visto através de suas composições, tanto em parceria com Paul quanto em carreira solo, dentre elas "Help!", "You've got to hide your love away", "All you need is love", "Imagine", dentre muitas outras.
Já contei aqui o meu primeiro contato com as músicas de Elvis, com Lennon  também teve um início. Eu já tinha ouvido o "yeah, yeah, yeah" dos Beatles, mas a primeira música da carreira solo que eu ouvi foi "Imagine", em 1994, levada pela professora Marta - que dava aula para o meu irmão, mas que colocou a música como uma homenagem pela morte do Senna. Enquanto tocava a música, ela começou a chorar e aquilo me emocionou. Mais tarde fui ler a tradução no caderno do meu irmão e, desde então, nos apaixonamos por essa música e ficávamos cantando no quintal de casa.
Enfim, Lennon cantou a vida, cantou o amor, desejou um mundo melhor e, embora não exista mais  fisicamente, sempre será lembrado pelo legado que deixou. 
 
Só para registrar, uma outra música que acho muita bonita é "Beautiful Boy" - se um dia eu tiver um filho, vou cantá-la para ele dormir "Close your eyes/ Have no fear/ The monster's gone/ He's on the run and your daddy's here...".


PS: Parabéns para a Marcela, que nasceu no mesmo dia do John - deve ser por isso que ela é uma pessoa tão excepcional - grande amiga! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário